Alimentação na gestação

Gestação. A maioria das gestantes sofre de náuseas e enjoos durante o primeiro trismestre. Saiba quais alimentos podem ajudar a controlar esse desconforto e ainda, quais alimentos são adequados e não devem faltar no menu da mamãe durante a gestação.

alimentacao-na-gravidez

 Hoje o post vai para as futuras mamães! Muitas gestantes sofrem com os enjoos e não sabem o que fazer para amenizar os sintomas. Embora não seja regra, eles são mais comuns no período da manhã. Desta maneira, é importante evitar excesso de líquidos no período da manhã para não piorar o sintoma.

Minha sugestão é deixar alimentos sólidos como biscoitos integrais, de polvilho ou de arroz ao lodo da cama, para que possa consumir ainda deitada, caso esteja sofrendo com as náuseas.

Para evitá-los recomendo que as refeições aconteçam em volumes pequenos com intervalos de 2 horas, para que não haja um consumo alimentar exagerado, pois a progesterona (responsável por manter a gravidez) deixa o estômago mais preguiçoso e a digestão mais lenta, podendo acentuar o enjoo. Por este motivo, também não indico o consumo de alimentos gordurosos, condimentados e ricos em açúcar por também apresentarem difícil digestão e acentuarem o sintoma.

Associado a isso, indico um consumo de água ao longo do dia em pequenas quantidades. Vale a dica de colocar limão e gengibre na água, pois o gengibre é um poderoso antiemético, diminuindo muito a sensação enjoo e inibindo o vômito.

Balas de gengibre, lascas de gengibre na comida ou sucos feitos com gengibre também são excelentes neste caso.

  alim

 Agora, se você já passou por essa fase das náuseas ou foi “sortuda” por não ter apresentando nenhum sintoma, pode estar se perguntando: E como fica minha alimentação durante a gestação?

 A alimentação adequada e balanceada durante a gravidez garante a perfeita formação do bebê, que ajudará a transformá-lo em um adulto saudável. A restrição ou o excesso de nutrientes em qualquer fase do desenvolvimento do bebê podem exercer efeitos determinantes sobre sua saúde a longo prazo.

Veja abaixo quais alimentos priorizar e quais deveria evitar neste momento:
Priorize

Frutas, legumes e folhas de forma variada – são as principais fontes de vitaminas e minerais importantes para o período da gestação;

Folhas e vegetais verdes escuros – fontes ricas em ferro, ácido fólico, magnésio e cálcio;

Ovo (principalmente a gema) – fonte de colina, nutriente fundamente para todas as fases da gestação, pois tem relação direta na função cognitiva da criança;

Fontes de Ômega 3 – sardinha e atum, principalmente, pois o Ômega 3 que apresentam é um componente fundamental para a boa formação do tubo neural do bebê;

Fontes de cálcio de origem vegetal – folhas e legumes verdes escuros, quinoa, gergelim, feijão, peixes, semente de abóbora, entre outros.

Proteínas magras – carnes magras, aves sem pele e peixes brancos;

Quinoa (flocos ou grãos) – apresenta aminoácidos em sua composição, além de carboidrato, fibras, cálcio, ferro, magnésio e outras vitaminas e minerais;

Carboidratos integrais (gérmen de trigo, aveia e cereais integrais) – apresentam um baixo índice glicêmico e maior quantidade de vitaminas e minerais em suas composições.

                                                       

Evite

Alimentos a base de cafeína – refrigerante a base de cola, chocolate, café, chá mate e chá verde e branco;

Chás variados – as ervas em formas de infusões não são indicadas na sua grande maioria para gestantes;

Doces e carboidratos simples (pães, bolos, biscoitos feitos com farinha branca) – apresentam alto índice glicêmico, favorecendo um ganho de peso acentuado e um desequilíbrio glicêmico na gestante e no bebê;

Consumo excessivo de leite e derivados de vaca – por serem fontes proteínas de difícil digestão, estes podem aumentar o desconforto gastrointestinal da gestante, além de desequilibrar sua flora intestinal, prejudicando a absorção adequada de nutrientes pelo intestino;

Bebidas alcoólicas, alimentos gordurosos, ricos em sódio e industrializados – todos os nutrientes consumidos passam da mamãe para o bebê na gestação.

mariana duro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *