Comida de criança em viagens: como fica?

Comida de criança em viagens

Comida de criança em viagens: como fica? Gente, essas Colunistas aqui do blog Clube da Fraldinha são demais mesmo, além de estarem super conectadas com nossos novos projetos, também adivinham pensamentos. A temática mais atual do blog tem sido viagem com criança (clique) e por coincidência a Nath (uma das sócias da Chefe de Papinha) foi viajar de férias merecidas com a família trazendo fresquinho aqui pro blog informações de como manter hábitos saudáveis de alimentação, afinal numa viagem, a comida das crianças não pode ser uma dor de cabeça. Como fica a comida das crianças em viagens é seguramente um dos pontos mais pensados e calculados pelos pais. A Nath foi para a terra do Tio Sam (risos, imaginem), uma viagem incrível cheia de comidas gordurosas e cheias de sal para acabar com os bons hábitos alimentares das crianças. Só que não. Vejam as dicas.

Viajar com filho é uma delícia, mas a gente praticamente carrega a casa na mala, com medo de ainda esquecer de alguma coisa. E em meio a tantos preparativos para os dias de passeio, a alimentação da criança durante a viagem é uma das preocupações dos pais. Liberar geral e depois voltar à rotina? Levar tudo pronto de casa? Preparar tudo no hotel?

O ideal é encontrar um equilíbrio entre sair um pouco da rotina e segurar um pouco o excesso de guloseimas, para não atrapalhar a alimentação na volta para casa. Além disso, é importante ter em mente que a criança pode rejeitar a comida do lugar, por ser diferente do que ela está acostumada.

  • A primeira dica é relaxar. Neurose não combina com viagem. E não pense que isso é o melhor argumento para não levar a comida de casa, porque tempero conhecido é mais difícil de ser rejeitado e você nunca sabe ao certo se a criança vai se adaptar ao tempero novo ou se haverá algo liberado para ela.
  • Programe-se antes de viajar e planeje a alimentação no lugar. Se ficar em hotel, veja se você terá estrutura para usar freezer e micro-ondas, ou freezer e fogão. Quartos com mini cozinha são uma boa opção para quem viaja com crianças. O mesmo vale para casa alugada ou casa de parentes. Alguns resorts têm uma estrutura excelente para receber famílias com crianças.
  • Se a viagem for de carro e você decidir levar a comida congelada de casa, prepare a bolsa térmica com sacos de gelo ou formas térmicas de gelo para ajudar a manter a temperatura baixa. Quanto mais cheia a bolsa térmica, melhor ela conserva a temperatura. No dia da viagem, a última coisa a preparar é a bolsa com os congelados. No carro, o ideal é levar na cabine, onde é mais fresco, especialmente se tiver ar condicionado.
  • Se viajar de ônibus, o ideal é levar dentro do ônibus com você, bem acondicionada na parte superior ou embaixo dos pés. No avião, para voos domésticos, informe-se com a companhia aérea para levar como bagagem de mão.
  • Leve também uma bolsa térmica pequena para usar nos passeios. Quem tiver pote térmico (recomendo a marca Thermos), basta colocar a comida dentro antes de sair e levar na bolsa. Eles costumam armazenar a comida quente ou fria por algumas horas. São bem práticos! Senão, tudo tem que ir na bolsa térmica.

Comida de criança em viagens

 

  • Para o trajeto e para os lanches durante os passeios, muitas frutas, água e alguns biscoitos são suficientes. Assim, você não precisa se preocupar em encontrar algo liberado para o seu filho.
  • Caso decida preparar as refeições no local do destino, no primeiro dia de viagem, vá ao supermercado. Abasteça-se de ingredientes para as refeições, frutas, biscoitos e o que mais for parecido com o que a criança está acostumada. Prepare tudo e congele o que não for consumir em 24 horas. Aí a dica durante os passeios é a mesma, carregar as refeições em bolsa térmica, não deixar a bolsa exposta ao sol, e caprichar nas frutas para os lanches curtos.
  • Se resolver consumir a comida local, procure pelo menos garantir as frutas dos lanches, reduzindo, assim, o excesso de guloseimas. Tente fazer ao menos uma refeição do dia em restaurante, com calma, para que a criança tenha uma refeição completa e não só lanche.
  • Nos restaurantes, não se concentre apenas no menu infantil, pois na maioria das vezes são compostos por frituras. Escolha opções saudáveis e mais parecidas com o que a criança está acostumada. Macarrão com molho de tomate ou bolonhesa, acompanhado de um grelhado, não costuma falhar. Pergunte ao garçom sobre os temperos usados para ver se algo é muito diferente – nos Estados Unidos, a comida costuma ter muita pimenta do reino.
  • Não se preocupe tanto com os horários com as quais a criança está acostumada, pois viagem serve para sair da rotina mesmo e isso ajuda. Não adianta insistir para a criança almoçar meio-dia apenas porque é meio-dia, se ela só terá fome às duas da tarde. Se a criança rejeitar tudo, procure se acalmar e continue oferecendo, sem forçar. Na hora que a fome bater, ela aceita.
  • No mais, estabeleça o que será liberado e o que não será e converse com todos que estiverem na viagem, para não se estressar durante os passeios. Se seu filho não consome refrigerante, não há motivo para oferecer isso a ele apenas porque está viajando. Água e suco tem em todo lugar!
  • Para os lanches curtos, não é difícil encontrar pipoca, por exemplo, ou picolé de frutas. Sim, talvez eles tenham bem mais gordura ou açúcar do que você gostaria de dar ao seu filho, mas é melhor do que dar logo pirulito, algodão doce e cachorro quente se você não quer que ele coma isso.

E quando voltar para casa, retome a rotina como se nada tivesse acontecido. Boa viagem!

 

Chefe de Papinha

17 Comments on Comida de criança em viagens: como fica?

  1. Jamilly Lima
    10/31/2014 at 08:16 (5 anos ago)

    ótimas dicas. Na nossa última viagem e Lucas já maiorzinha passamos no mercado e compramos frutas e iorgutes pois ficamos em um hotel apartamento com mini cozinha.
    Ele não estranhou tanto o tempera, mas quando menor sofria demais.

    beijos

    http://www.maeparasempre.com

    Responder
  2. Carlah Ventura
    10/31/2014 at 11:08 (5 anos ago)

    Na maioria das vezes essas dicas ficam só no papel e a gente acaba indo pro lado mais prático. Mas o certo é mesmo manter um equlibrio e balancear a alimentação durante as viagens. Otimo post

    Responder
  3. Daniela Monreal
    10/31/2014 at 15:23 (5 anos ago)

    Adorei as dicas!!! Tenho três princesas e sempre viajamos. Procuro levar, já em potinhos separados para cada uma, frutas, cenouras baby e tomatinhos cereja com sucos… Elas adoram!!!
    Parabéns pelo post e pelo sucesso do blog
    BJKS

    Responder
  4. Nanda
    10/31/2014 at 18:51 (5 anos ago)

    ótimas dicas sempre que tenho que viajar
    confesso que não fico a vontade
    sempre levo a comidinha dela
    tudo separandinho, mais ainda fico receiosa

    Linda Noite
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    Responder
  5. Verônica Pataro
    10/31/2014 at 19:25 (5 anos ago)

    Nossa viagem é complicado mesmo, sempre ficava perturbando a cozinha dos hotéis, para fazer mamadeiras e papinhas, uma luta, mas minha filha comia direitinho! Comer porcarias, jamais!
    Abraços!
    http://www.pipocasemaquarela.com

    Responder
  6. Gisele Cirolini
    11/01/2014 at 00:31 (5 anos ago)

    Verão passado fomos para a praia com a pequena, ela ainda comia papinhas, levamos tudo congelado, foi bem tranquilo. Agora ela tá na fase de dizer não quando vê comida diferente, mas ainda está tranquilo… é só esperar um pouco e ela come.

    Responder
  7. Fernanda
    10/31/2014 at 23:25 (5 anos ago)

    É assim mesmo quando viajamos com os bebês.
    Tem que levar roupa,brinquedos e comida.
    E todo cuidado com a comidinha deles.
    Muito boa as dicas!
    Bjinhos.
    http://www.prosaamiga.com.br

    Responder
  8. Cibele Lima
    11/01/2014 at 11:00 (5 anos ago)

    Depende muito pra onde vai né, até hoje não fui pra lugares assim como praia com meu filho, só na casa de parentes, aí fica mais fácil e eu fazia a comida dele na casa da minha sogra, agora ele já come de tudo. bjo

    Responder
  9. Andreia Sales
    11/01/2014 at 11:52 (5 anos ago)

    Viagem com criança é complicado. A própria viagem em si já é uma quebra da rotina da criança;
    Eu confesso que prefiro relaxar com horários e alimentos e quando voltamos a gente segue a rotina de alimentação da criança novamente, sem grande estresse.
    Bjks da Mãe Vaidosa

    Responder
  10. Anônimo
    11/01/2014 at 17:02 (5 anos ago)

    Viajar com criança pequena não é fácil ainda mais quando tem que levar a alimentação. Como vc falou o primeiro passo é relaxar e depois planejar bem
    bjcas
    http://www.estou-crescendo.com/

    Responder
  11. cris
    11/01/2014 at 17:48 (5 anos ago)

    Amiga adorei as dicas. Sempre é uma preocupação quando saímos em ferias ou viagem. Sempre procuro levar de tudo. Mas agora ele come bem e de tudo.bjs

    Responder
  12. Vitória Aparecida
    11/01/2014 at 23:59 (5 anos ago)

    Adoreeeei as dicas, nunca viajei pra longe com nathan,mas e bom saber
    Bjs

    Responder
  13. Leila Nassif
    11/03/2014 at 16:03 (5 anos ago)

    Que dicas valiosas
    Nunca sofri em viagens, talvez por que sejam viagens curtas.
    Bjs

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *