Porque resolvemos adotar um cãozinho

13012682_10154216511631349_1977134602487602918_n Alegria que não cabe em mim, ou melhor, em nós desde que conseguimos adotar um cãozinho. Nesse post vou explicar para vocês como fazer para adotar e porque resolvemos adotar.

Desde o ano passado estou tentando convencer meu marido de fazer a adoção, a princípio e como a maioria das pessoas, ele estava pensando na raça mais adequada para apartamento, beleza e tamanho por isso pensava na hipótese de comprar um cachorro e não adotar. É muito curioso esse hábito de comprar um cachorro, todas as pessoas para as quais eu contava que receberíamos um cachorro, me perguntavam ….qual a raça vocês vão comprar.

Porque adotar

Sabem a quantidade de cachorros que estão sem lar, para adoção? Ou a quantidade de fêmeas que procriam montes de filhotes também sem lar? Muitos.

Adotar um animal é valorizar a vida. Um cão ou gato é capaz de sentir emoções – como dor e alegria/excitação – e por isso, sofre tanto quanto nós, humanos. É recuperar uma vida literalmente jogada fora. Ao adotar um animal carente, você ensina ao seu filho, às crianças com quem você convive, verdadeiros valores de responsabilidade, comprometimento e, sobretudo, humanidade. Fazendo isso, você também contribuirá para diminuir o número de animais abandonados nas ruas.

O processo

O processo para quem está procurando um filhote talvez seja um pouco mais demorado, pois eles são adotados rapidamente e não dá muito tempo para dar uma resposta depois. Deixou para depois, perdeu… Sempre tem gente querendo filhotes. No nosso caso foi preciso analisar com calma o tamanho previsto dos filhotes, já que moramos em apartamento. E claro, decidir antes de tudo entre fêmea ou macho.

Se você não tem preferência em adotar um filhote, muito mais fácil, animais crescidos são sempre os últimos.

13062509_10154216575816349_5876867841906081491_n

Chegamos a visitar uma ONG aqui em Santos, mas vendo a mãe achei que esses filhotes (fotos acima) ficariam grande demais para nosso apartamento. A busca mais intensa foi pelos grupos de adoção, os moderadores (chamados de protetores) te ajudam. Mas foi por um anúncio de uma Feira realizada pelo Beach Pet que encontrei esse anjo de veterinária (Maryanny Moraes) que me aconselhou um filhote fêmea que estava abrigado num local impróprio e mal cuidado.

Procurem o Centro de Controle de Zoonoses das sua cidade, converse com pessoas que adotaram. Até o momento, o que podemos compartilhar com vocês são deliciosos momentos de amor. Vejam o vídeo a seguir:

Aguardem o próximo, com o vídeo da reação do Théo ao encontrar a cadelinha. Foi muito fofo…. dá para imaginar pelas fotos né?! Os irmãos da nossa cachorrinha ainda estão para adoção, se você gostou da idéia e entre em contato com a veterinária Maryanny do Beach Pet (contato abaixo)

Serviço:

Beach Pet (clique):  Av. Bartolomeu de Gusmão, 88 – Santos (13) 3227-6071

Fanpage Beach Pet (clique)

Grupo de adoção na Baixada Santista (clique)

Grupo Adoção Codevida Santos

Grupo de adoção SP (clique)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *