Desenvolvimento infantil: 24 à 36 meses

Desenvolvimento Infantil. Foi uma série elaborada com muito carinho que eu adoro. Começamos desde 0 à 3 meses avançando mensalmente na Coluna de Terapia Ocupacional. Hoje, a Dra. Nathália Serra traz a faixa etária de 24 á 36 meses.

Desenvolvimento infantil

Aos dois anos, as crianças são cheias de energia, mais independentes e gostam de procurar outras crianças para brincar. Nesta fase são mais sociáveis e mais comunicativos, elaboram frases simples, e quando não conseguem passar a mensagem desejada se expressar por gestos ou apontando aquilo que desejam.

Já são capazes de chutar uma bola sem perder o equilíbrio, anda de costas, sobe e desce escada segurando o corrimão ou com o auxilio de um adulto (de preferência sempre supervisionado por um) e correm de modo mais coordenado (por outro lado, muitas vezes não conseguem parar rapidamente enquanto correm e costumam atropelar varias pessoas ou ir ao encontro de paredes, pilastras ou moveis rsrs)

São mais curiosos, gostam de ir a lugares novos com estímulos diferentes aos que encontram no dia-a-dia. É bacana leva-los a zoológicos, parques e aquários, já que se interessam pelo que observam e estes locais irão favorecer seu aprendizado a respeito do que os cercam.

Desenvolvimento infantil

Muitíssimo cuidado com o que falamos para a criança ou quando conversamos perto delas. Muitas vezes achamos que eles estão entretidos com seus brinquedos e não estão prestando atenção na conversa dos adultos e somos surpreendidos com perguntas ou dizeres que não suspeitávamos que eles escutaram. É uma fase que a imitação ainda está muito presente e assim as crianças apreenderão muitas coisas, sobre suas tarefas do dia-a-dia, dos hábitos socialmente aceitos, os diferentes modos de se relacionar com as demais pessoas.. entre inúmeras coisas.

Quando instruídas, as crianças nesta etapa conseguem lembrar-se e agir conforme as solicitações, é interessante iniciar atividades com regras e inserir pequenas tarefas no dia a dia, fazendo com que a criança participe da dinâmica de arrumação de suas coisas. Por exemplo, determine um local para guardar os sapatos ao chegar em casa e solicite que ele guarde seus brinquedos após o uso. Só que estas atividades não devem ser encaradas como uma obrigação e sim como parte da brincadeira, para ser incorporada no cotidiano de modo agradável.

Nesta fase gosto de recomendar brinquedos que permitem que a criança construa e destrua utilizando diversos materiais. Blocos de montar, brinquedos com massinhas, areias, papeis com variadas texturas irão alimentar a imaginação e enriquecer cada dia mais as brincadeiras de “faz de conta” também chamado de “brincar simbólico”, Permitindo que a criança vivencie diversas situações que a auxiliarão no desenvolvimento da expressão de suas individualidades, habilidades sócio-afetivas, cognitivas e motoras.

Incentive seus filhos a brincarem de colocar o ursinho para dormir, brincar de fazer comidinha e de dar comidinha aos bonecos, dar banho nos carrinhos ou bonecos entre outras.

Deixe a imaginação correr e brinque muito!!

 Desenvolvimento infantil

Até a próxima!

Nathalia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *