Amamentação e os benefícios odontológicos

A revista crescer essa semana publicou uma matéria sobre o incentivo da amamentação e seus benefícios. Amamentar não é fácil, é um ato de amor que ajuda muito o bebê e a mãe de várias maneiras. Aproveitando o assunto, vamos falar sobre os benefícios odontológicos também.

Entre os dias 1 a 7 de agosto, comemora-se a Semana Mundial de Amamentação, idealizada pela Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (Waba, a sigla em inglês), em cerca de 150 países. Este ano, o objetivo é chamar atenção para os inúmeros benefícios que a amamentação traz para a vida inteira, da infância à maturidade.

Abaixo você confere 16 razões fundamentais para oferecer o peito ao seu filho:

1. O leite materno é o alimento mais completo e equilibrado, pois atende a todas as necessidades de nutrientes e sais minerais da criança até os 6 meses de idade.

2. Fácil de ser digerido, provoca menos cólicas nos bebês.

3. Colabora para a formação do sistema imunológico da criança, previne alergias, obesidade e intolerância ao glúten.

4. Contém uma molécula chamada PSTI, responsável por proteger e reparar o intestino delicado dos recém-nascidos.

5. O momento da amamentação aumenta o vínculo entre mãe e filho e colabora para que a criança se relacione melhor com outras pessoas.

6. Previne a anemia.

7. A sucção ajuda no desenvolvimento da arcada dentária do bebê.



8. Quando o ômega 3 está presente no leite materno, o que varia de mulher para mulher de acordo com sua alimentação, ele ajuda no desenvolvimento e crescimento dos prematuros nos primeiros meses de vida.

9. Ajuda no desprendimento da placenta, contribuindo para a volta do útero ao tamanho normal. Com isso, também evita o sangramento excessivo e, consequentemente, que a mãe sofra de anemia.

10. Protege a mãe contra o câncer de mama e de ovário.

11. Estudo publicado na American Journal of Obstetrics revela que a amamentação reduz o risco de a mulher desenvolver síndrome metabólica (doenças cardíacas e diabetes) após a gravidez, inclusive para aquela que teve diabetes gestacional.

12. A amamentação dá às mães as sensações de bem-estar, de realização, e também ajuda a emagrecer, pois consome até 800 calorias por dia (mas dá uma fome…).

13. É de graça, natural, prático, e não desperdiça recursos naturais.

14. Está sempre pronto para ser transportado e ingerido (não precisa nem aquecer).

15. Protege a mãe contra doenças cardiovasculares, segundo estudo realizado pela Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos. Para a pesquisa, foram analisadas 140 mil mulheres no período pós-menopausa, ou seja, com média de 63 anos, e o resultado mostrou que aquelas que amamentaram por mais de um ano tiveram 10% menos risco de sofrer com essas doenças, se comparado com aquelas que nunca amamentaram.

16. Bebês que mamam exclusivamente no peito até os seis meses têm menos risco de desenvolver asma e artrite reumatoide e recebem uma proteína que combate vírus e bactérias do trato gastrointestinal.

Fonte: Revista Crescer

BENEFÍCIOS ODONTOLÓGICOS

1-   No ítem 7 fala-se : “ A sucção ajuda no desenvolvimento da arcada dentária do bebê.” Isso proporciona um melhor alinhamento da dentição no futuro

2-   Bebes que mamam tem a musculatura da face mais desenvolvida, ajudando na fala.

3-   Durante a amamentação aprende-se a respirar corretamente pelo nariz, evitando tonsilites, pneumonia , entre outras doenças.

4-   Quando a criança respira pela boca, os dentes ressecam ficando mais expostos à cáries e as gengivas podem ficar inflamadas e os maxilares tendem a sofrer deformações, assim como a mastigação incorreta pode levar também a problemas de obesidade e de estômago. A amamentação previne que isso ocorra.

 

amamentacao

 

 

luciana westin



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *